teoria do namoro-dieta

(finge que aqui tem uma introdução porque eu estou com preguiça de criar uma)

quando você começa uma dieta e corta tudo que você gosta como: pizza, chocolate e refrigerante, você está determinando, mesmo que inconsientemente, que esta dieta terá um fim (provavelmente num futuro não muito distante) . porque é chato viver a vida sem o que é gostoso, então quando você percerber isso e ficar entediada de ser magra sem comer o que é bom de verdade, você vai chutar o balde e comer suas guloseimas compulsivamente não tão moderadamente e vai começar a engordar de novo e bla bla bla.

já quando você faz uma reeducação alimentar, diminuindo a quantidade de coisas engordativas no seu cardápio ou determinando um dia da semana “livre de dieta”, você consegue conciliar o que gosta, com um corpo gostosão! (não que eu tenha muito sucesso fazendo dietas ou tendo um corpo gostosão) 

 e é assim que eu vejo os namoros: se você corta tudo que você gosta de fazer: beber com as amigas, ir pra night dançar e até paquerar (por paquerar entende-se olhar pessoas bonitas e ser olhada também e não dar mole e beijar outros caras), você está impondo um fim próximo pro seu namoro “mesmo que inconsientemente”. então a parada é desencanar e fazer de tudo um pouco sem ficar só de grude e deixando o namorado curtir também, porque a vida fica chata sem as coisas gostosas…

o ministério do relacionamento adverte: ficar trancada dentro de casa só olhando pra cara do namorado faz mal à saúde do seu namoro

um alô pras namoradas felizes e uma piscadela pros gatinhos solteiros,

fui

One thought on “teoria do namoro-dieta

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s